Arena do Servidor Público

Um encontro criativo para melhorar o serviços públicos a partir dos próprios servidores

ed36_arenaservidorO funcionalismo público tem um ambiente conhecido pela inconstância gerencial e a aversão à experimentação. Foi pensando nisso que André Soares, formado em Direito e consultor em empreendedorismo público, e André Rafael Costa e Silva, servidor público em Brasília e idealizador do Manual de Guerrilha do Servidor Público, resolveram levar a cabo a Arena do Servidor Público na OIW.

Por 24 horas, cerca de 15 servidores discutiram e propuseram 28 ideias para melhorar o serviço público brasileiro. “Encorajamos os participantes a apresentarem qualquer ideia, mesmo que parecessem malucas a princípio”, conta André Soares. Das 28, três foram escolhidas para serem desenvolvidas. Os participantes foram divididos em grupos para trabalhar em cima de cada uma delas, com seus proponentes assumindo o posto de líder.

Uma das três ideias foi o “Meu Brasil”, que seria uma espécie de “Google do serviço público”. “Seria uma plataforma em que qualquer cidadão poderia buscar uma solução para um problema, e também relatar qualquer dificuldade que encontre no caminho. Uma maneira de diminuir a distância entre o servidor o cidadão”.

Já a “Melhorando o serviço público” propõe uma plataforma colaborativa interna, em que servidores expõem problemas e colegas podem complementá-lo ou oferecer soluções. Segundo André Rafael, a plataforma ajudaria a fazer com que diretores tenham acesso mais facilmente às demandas dos funcionários. “Também seria uma maneira de ranquear e, por fim, premiar servidores com posturas proativas”.

Já o “Café e problemas solúveis” propõe um espaço presencial de brainstorming para a solução de problemas.

Para André Soares, o fato da Arena acontecer na OIW deu um grande diferencial para a dinâmica e engajamento dos participantes. “Aqui ficamos em contato com pessoas do mundo da inovação e dos negócios, empreendedores, investidores e jovens inovadores, um mundo que está, normalmente, afastado da realidade do funcionalismo público”.

As três ideias serão incorporadas à edição de 2015 do Manual de Guerrilha do Servidor Público. O documento, idealizado por André Rafael e construído de forma colaborativa, tem o objetivo estimular iniciativas

que ofereçam ao servidor oportunidades de engajar-se no trabalho. “Mais do que um simples manual, queremos fazer dele um canal aberto para aqueles que acreditam que o comprometimento com o serviço público é uma das formas de alavancar o desenvolvimento do Brasil”, conta.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>