Geofusion – Investimentos, crescimento e mudanças no modelo de negócio da empresa


foto_PedroFigoli2Em entrevista ao Boletim Inovação Aberta, Pedro Figoli, CEO da Geofusion, nos fala sobre investimentos, crescimento e mudanças no modelo de negócio da empresa.

Wenovate – Há algum tempo vocês receberam investimento Criatec e Intel Capital, sendo que a empresa tem 18 anos de existência. Por que só buscaram esse rápido crescimento mais recentemente?

Pedro FigoliNa verdade nós buscamos investidores antes, mas não conseguimos chamar a atenção. No ano de 1999 falamos com vários investidores, mas naquela época praticamente não existiam investidores interessados em empresas de pequeno porte como a nossa.

Usamos o lucro da consultoria para criar e manter o OnMaps, nossa plataforma na web de Geomarketing. Tivemos que esperar 11 anos para conseguir fechar o nosso primeiro investidor, o Fundo Criatec. Em 2011 o mercado de Geomarketing já estava mais maduro e o OnMaps crescia a mais de 50% ao ano. Isto chamou a atenção do Fundo Criatec.

A entrada deles foi muito importante para garantir a manutenção do crescimento da empresa, A criação da Diretoria de Marketing, a contratação de vários vendedores e o investimento na contínua melhoria do produto. Dois anos depois a Intel Capital fez o segundo aporte na Geofusion, garantindo assim a continuação do nosso crescimento e a validação do nosso modelo de negócios.

Wenovate - Como uma empresa de consultoria madura conseguiu virar uma empresa de produto e escalável?

Pedro Figoli - Escutando o cliente. Ao desenvolver os projetos de consultoria percebíamos que nossos clientes tinham uma dificuldade muito grande em levantar dados de mercado e depois analisá-los. Então juntamente com dois desses clientes de consultoria desenhamos o que seria a primeira versão do OnMaps, nossa plataforma de Geomarketing na web. O OnMaps foi criado a partir de problemas reais de nossos clientes e por isso é um produto muito alinhado com as necessidades do mercado.

Em 2008 estabelecemos uma parceria com a ABF (Associação Brasileira de Franchising) e a partir deste momento começamos a crescer a mais de 50% ao ano. Profissionalizamos toda a equipe de desenvolvimento, trazendo para a empresa as melhores práticas de desenvolvimento e qualidade. Fizemos parcerias estratégicas importantes que garantiram a nossa escalabilidade. Hoje 90% do nosso faturamento vem do OnMaps.

Wenovate - No Desafio Intel 2014 vocês participaram dando mentoria. Como foi essa experiência de estar “do outro lado”?

Pedro Figoli - Já é o segundo ano que damos mentoria no Desafio Intel e a experiência é incrível. Os empreendedores são de altíssimo nível, 100% comprometidos com os seus negócios e as empresas muito inovadoras. Existe uma troca de experiências entre mentores e empreendedores bastante rica. Mais uma vez, foi uma grande satisfação colocar nosso tempo e conhecimentos à disposição de times tão qualificados e engajados.

Pedro Figoli é formado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e atua na área de Inteligência Geográfica de Mercado há mais de 18 anos, com foco no desenvolvimento de novas tecnologias e aplicações.

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>